terça-feira, 26 de agosto de 2008

no andar dos passos........

no andar dos passos,
no calor da boca,
no frescor do vento,
no frisson dos gestos,
no calor do colo,
no sentir do tato,
no fritar dos ovos,
convidei a noite pra dançar um tango
no cair da tarde.

no raiar do dia,
no suor da cama,
no odor do braço,
no pagar da conta,
no abrir as portas,
convidei o beijo
pra entrar na tarde
e voltar pra cama.

7 comentários:

fabiogatt disse...

Bem sutilmente voce fala de duas (ou dois) amantes...tem de estar consado mesmo e voltar pra cama!
gostei. belérrima!

Catarina de Queiroz disse...

Bonito, heim? Você faz poesia mas disfarça! Muito esperto. Gostei, viu? Bjs

Malthus de Queiroz disse...

Muito bom, cara. O Théo poeta que se esconde no escritório da grande estatal finalmente eclodiu. É isso aí, bota esse poeta pra fora (antes que ele te prejudique na empresa hauhauahuahau)

P.S.: Qualé, cara!? Belérrima!?!?

theo disse...

valeu migossss...vou continuar tentando...

Thatá disse...

Poxa.......que bonito.....escondendo o ouro, né? Bjus...

saulojr disse...

massa mesmo!!!
posso usar???
:*

theo disse...

saulo, você está num estágio avançado...usar o que??